Contos de terror - A coleção de bonecas

Havia uma mulher que adorava bonecas. Durante toda a sua vida ela colecionou todas aquelas que encontrava. Embora suas preferidas fossem as de porcelana, dedicava igual atenção aos variados tipos que possuía.

O tempo passou, seus filhos cresceram, seu marido se foi e ela se viu sozinha, tendo como companhia apenas a imensa quantidade de bonecas que possuía.

Com o avanço da idade a senhora, não podendo mais fazer todos os serviços de casa sozinha; decidiu contratar uma empregada para ajuda-la. A moça contratada ficaria responsável pela limpeza de toda a casa.

Logo no primeiro dia a empregada entrou no quarto onde as bonecas ficavam guardadas. Ela se espantou com a quantidade delas e fez uma cara de nojo ao verificar que algumas eram bem antigas. Ao espanar o pó das bonecas percebeu que uma delas possuía um cordão vindo da parte de trás.

Curiosa, ela puxou a corda e ouviu o brinquedo falar: “Eu amo a minha mamãe.” Sem dar maior importância a isso, continuou a limpeza até que esbarrou em uma boneca que foi ao chão quebrando o rosto de porcelana..

A senhora ouviu o barulho e foi o mais rápido que pode até o quarto das bonecas. Ao ver os cacos pelo chão uma tristeza lhe invadiu , sendo perceptível pela expressão que seu rosto ganhara.

A empregada disse rapidamente:

- Eu realmente sinto muito por isso. Foi um acidente e eu não pude fazer nada para evitá-lo. Me desculpe.

Triste, a senhora disse para a empregada ter mais atenção e que ela só continuaria no emprego se prometesse ser extremamente cuidadosa com as bonecas. A empregada rapidamente concordou.

No dia seguinte a senhora deixou a casa para ir até o mercado e a empregada ficou sozinha. Mal humorada a empregada decidiu não trabalhar naquele momento. Sentou-se na sala e lembrou da bronca que levara por quebrar aquela boneca velha e estúpida.

Uma ideia maldosa lhe ocorreu e ela se dirigiu até o quarto das bonecas.

Ela lembrou como a senhora ficara triste com a boneca quebrada e então pegou uma delas e a jogou no chão. Ela se quebrou e a empregada sorriu com a visão dos cacos se espalhando.

Não satisfeita ela pegou outra boneca e também a lançou ao chão. E Depois outra e outra.

Completamente entretida e satisfeita com sua maldade ela nem percebeu quando a senhora entrou no quarto e gritou desesperada:

- O que você está fazendo? Está louca? Você está demitida!!!!

Sentindo muita raiva, a empregada foi recolher suas coisas para ir embora. Enquanto fazia isso um ódio pela senhora crescia cada vez mais em seu interior, até que ela pegou uma faca e voltou para o quarto.

A senhora estava ajoelhada com as bonecas no colo e por isso, nem viu a primeira vez que foi atingida. Uma, duas, três vezes... A empregada só parou quando a raiva cessou...

Então ela se sentou a beira da cama, ficou parada por um instante e olhou a sua volta.

Ainda havia muitas bonecas naquele quarto. Esticando seu braço ela alcançou outro daqueles brinquedos com um cordão nas costas. Novamente ela decidiu puxá-lo e teve uma surpresa com a fala da boneca:

-Olá!... Por que você matou minha mamãe?

Aterrorizada a empregada arregalou os olhos e disse em voz alta:

-Não é possível! O que você acabou de dizer????

A boneca falou novamente:

- Por que você matou a mamãe? Ela era tão boa para nós...

Um medo invadiu o corpo da empregada e ela jogou o brinquedo no chão se levantando do lugar onde estava.

Nesse instante outras bonecas também falaram ao mesmo tempo

- Por que você matou nossa mamãe? - Por que você matou nossa mamãe? - Por que você matou nossa mamãe?

Passado alguns dias uma das filhas da senhora foi visitá-la e a encontrou morta no quarto das bonecas deitada na cama. No chão a empregada também estava morta, com os cabelos todos brancos e uma expressão de terror em seu rosto. Ao seu lado várias bonecas com o rosto quebrado pareciam vigiar o seu corpo.

...

Os direitos sobre esta versão, conto, relato ou história pertencem ao autor e cópias somente podem ser feitas com sua autorização expressa. Publicações em sites, blogs e páginas do Facebook sem autorização serão denunciadas e solicitadas a sua exclusão aos servidores e responsáveis.

7 comentários:

Anônimo,  23:52:00  

Muito massa

Anônimo,  17:45:00  

Então as bonecas eram do bem só vingaram sua dona😕

Anônimo,  17:46:00  

Então as bonecas eram do bem só se vingaram da empregada por ela ter matado sua dona😕😕

Anônimo,  15:46:00  

Legal gostei dessa historia bacana

Anônimo,  09:41:00  

Muito legal as bonecas era do bem so se vingaram

Leticia.V 17:20:00  

As bonecas só se vingaram
Elas são boazinhas(quero uma dessas)

Anônimo,  18:15:00  

Essa historia e d+ e quero outra dessas. muito boa!!alguem me presenteia com algumas(=umas 10)dessas:)

Postar um comentário

Os comentários podem ser feitos pelo blogger ou Facebook.

Não serão aceitos comentários com xingamentos ou em tom ofensivo, propagandas e links para outros sites/blogs.

Comentários que narrem situações absurdas ou escritas em letras maiúsculas serão excluídas. O espaço aqui disponibilizado serve para trocamos experiências sobrenaturais ou comentar sobre a postagem . :)

Agradecemos a sua participação!

O blog Clube dos Medos traz até vocês histórias sobre seres sobrenaturais , como fantasmas, lobisomens, bruxas e tudo o que pode atiçar os mais variados tipos de medo. Esperamos que vocês tenham um bom divertimento com o blog...

Deixe sua mensagem

Seguidores

Aterrorizantes

Postagens populares

Postagem em destaque

Soldados alemães matam lobisomem real em 1942

Historias de lobisomens sempre pertenceram a cultura mundial sendo transmitidas de geração para geração. No continente europeu acredit...

Marcadores

A Plantação Myrtles Abduções Acidentes Alcatraz Alemanha Alma Amadores Amigo Invisível Animações Animais Estranhos Anjos Annabelle Aparições Apocalipse Argentina Armário Armas Arqueologia Assassinos Assombrações Assombrada Assustadores Atividades Paranormais Atlântida Aves BA Bailes Bar Baratas bebe Besta de Gevaudan Biografias Bizarro Bloody Mary Bonecas Bosques Brincadeira Brincadeira do Copo Brinquedos Bruxas Cachorros Câmeras de Segurança Canal Carne Humana Casa Mijangos Casarões Casas Assombradas Casas Mijangos Castelos Causos Causos e Causos CE Cemitérios Chile China Chupa - Cabras Cidades Fantasmas Ciências Círculos Cobras Comerciais Contos Contos de terror Contos de terror em vídeo Contos Populares Contos-dos-Leitores Convenções Cozinhas Crianças Criatura Criaturas Crimes Croxteth Hall Curiosidades Curiosos Curitiba Curtas Curtos Dama de Branco David F. Sandberg David Sandberg Discos Voadores Discos Voadores.Ovnis Discovery Channel Documentários Dracula Dramatização Drew Daywalt Drones Duendes Edifício Joelma Efeitos Elevador Equipe Paranormal Escolas Esgotos Espanha Espelhos Espíritos Estrada Estranhos EUA Exorcismos Extraterrestres Fábricas Facebook Fake Fantasmas Fazendas Filmes Florestas Força da Mente Fotos França Freiras Futebol Garagem Geoglifos Gettysburg Ghost Labs Guarda - Roupa Guatemala Guerras Histórias Histórias de Terror Hospital Hoteis Humberstone Imagens Incêndios Inglaterra Interessante Internet Invasores Invunche Ipueiras Itatira Jacarezinho Japão Japoneses Jerai Leitores Lendas Lendas Urbanas Listas Livros Lobisomens Locais Assombrados Lojas Lugares Magia Mansão Assombrado Maria Sangrenta Matérias Medo Metrôs México MG Mistério Mistérios Monstros Montanhas Mordomo Morte Mortos-vivos MS Mulher de Branco Múmias Museus Necromancia Noiva Notícias Orbs OVNIS Padres Palhaços Pé Grande Penitenciárias Personagens Pesadelo Pesquisa PI Pocong Policiais Poltergeist Porão Porões Possessões Posto de Gasolina PR Prisão Professora Publicidade Quadrinhos Quadros Reais Record Relatos Reportagens RPC RS Rússia SC Seitas Selfie Sereias Shopping Sinais Snapchat Sobrenatural Soldados Sonhos Sotão SP Subterrâneos Suicidas Suicídas Suspense sustos Tabuleiro Ouija Taxistas Teatros Teletransporte Tempestades Terror Tesouros Texas Thomas Kluebler Top Banner Tristes Trolls UFO UFOS Vampiros Videos VideosLaranjal Paulista Vietnã WebCam Whoss-There-Film-Challenge-2013 Zumbis

Parceiro

  © Clube dos Medos Template by Ourblogtemplates.com

Back to TOP