Contos de terror - Lobisomem no Sítio

Talvez algumas pessoas não acreditem em coisas sobrenaturais e que pensem que tudo não passa de invenção da mídia, porém somente quem passou por algo semelhante ao que eu passei sabe que o desconhecido, o sobrenatural e o mal estão por ai. A espreita e precisando apenas de uma oportunidade para se manifestar.

O fato que vou narrar ocorreu há muito tempo quando eu tinha apenas 10 anos de idade e tinha ido passar as férias escolares em um pequeno sítio em Papanduva, uma cidade do estado de Santa Catarina.

Junto com meus pais e minha irmã estavam meus tios e um primo de catorze anos, que apesar da idade diferente da minha , se dava muito bem comigo me ajudando a explorar o mato e as novidades do campo. Subíamos em árvores, pescávamos em tanques, observávamos animais silvestres e nos divertíamos muito.

A noite eu sentia um pouco de medo dos barulhos que vinham do lado de fora da forte casa de madeira. Sempre existia cantos de pássaros, insetos e outros animais noturnos que eu nunca havia ouvido na minha vida na cidade, mas ficávamos conversando sobre os acontecimentos do dia e eu adormecia cansado do exercícios físicos que a vida de brincadeiras no sitio proporcionava.

Certa noite todos na casa se reuniram em uma casa vizinha para um banquete da roça, com porco assado, saladas, milho verde, bolos, tortas e outras comidas caseiras. Após a refeição os adultos ficaram conversando e eu e meu primo acabamos por ficar entediados com aquilo tudo.

Então pedimos autorização para ir embora. O filho do vizinho, nos levaria de charrete até a casa e lá iríamos dormir . Acreditando que não haveria risco algum, e sabendo que o garoto de 13 anos levaria uma pequena espingarda consigo nossos pais não viram problema algum.

Era onze horas da noite quando entramos na casa, nos dirigimos até o quarto e nos preparamos para dormir. Antes, nós três conversávamos bastante quando ouvimos um estalo na madeira do lado de fora.

Todos ficaram quietos tentando ouvir mais alguma coisa...

Um novo rangido na madeira nos fez adivinhar que o barulho vinha do piso da varanda que circundava toda a casa. Um medo começou a invadir meu corpo e passei a tremer, embora tivesse vergonha de dizer isso para meu primo e novo amigo.

Sem fazer barulho o filho do vizinho desligou o fogo do lampião que iluminava o quarto. Estávamos tão quietos que podíamos ouvir um a respiração do outro, parecia que todos estavam tensos com aquilo.

- Deve ser um bicho do mato! – sussurrou meu primo.

Quase no mesmo instante outro barulho na madeira foi ouvido, parecia que sua origem estava muito próxima, talvez do lado de fora da janela do quarto. Tentei me acalmar pensando que animal nenhum poderia entrar por aquela janela pesada de madeira. Inclusive toda a casa era antiga e feita com madeiras grossas, com portas e janelas sólidas e resistentes.

Porém esse pensamento não me confortou muito quando ouvimos uma espécie de baforada. Como se algo estivesse farejando ou respirando nos vãos das janelas. Nós três ficamos próximos uns dos outros. Agora eu já não tinha mais vergonha do que estava sentindo, pois parecia que os dois, mais velhos do que eu estavam com tanto medo quanto eu.

Então perguntei sussurrando ao filho do vizinho sobre o que poderia ser aquilo.

Mesmo no escuro, pude sentir o medo no rosto do garoto que sussurrou com a voz embargada.

- Lobisomem...

Depois de ouvir essa palavra todo meu corpo começou a tremer, senti lágrimas rolarem pelo meu rosto. Eu pensava que essas coisas só existiam na televisão e agora aquele garoto dizia que um lobisomem estava do lado de fora da casa.

A “coisa” agora parecia andar próximo a janela de uma lado para outro. Nós ficamos reunidos em cima de uma das camas, olhando para a direção da janela quando meu primo, um pouco descrente da história que um lobisomem estava do lado de fora da casa sussurrou que devia ser apenas um bicho e se aproximou cautelosamente da parede.

Buscando espiar pela fresta da janela o vi voltar correndo para a cama junto de nós.

Agora a criatura parecia farejar nosso medo e tentava entrar na casa arranhando toda a grande janela de madeira. Uma espécie de rosnado foi ouvido e eu tive a certeza que aquilo entraria na casa e mataria todos nós. Meu primo não disse o que viu, mas ficou claro que ele sentiu muito medo daquela coisa. Agora ele sabia o que estava lá fora.

Tudo isso pareceu durar uma eternidade até que barulhos maiores foram ouvidos. Alguém estava chegando. O som aumentava e percebemos que nossos pais estavam chegando em duas charretes.

Fiquei receoso que a coisa atacasse nossos pais, porém parece que ela fugiu com o barulho de pessoas chegando.

Ao entrarem em casa corremos em sua direção e contamos todo o terror que havíamos passado. Meu pai e meu tio disseram que deveria ter sido um animal silvestre. Talvez uma onça, porco do mato ou até uma raposa. Insistimos que era um lobisomem, mas ninguém acreditou.

Todos foram deitar e eu, meu primo e o filho do vizinho ficamos sem dormir até o dia amanhecer.
Pela manhã insistimos na história do lobisomem e todos os adultos afirmaram que deveria se tratar de um animal. Foi então que todos foram até o lado de fora do nosso quarto. A janela estava profundamente arranhada em uma altura que nenhum animal de pequeno porte, como uma onça, poderia alcançar...

Por A. Luciano
...
Os direitos sobre esta versão, conto, relato ou história pertencem ao autor e cópias somente podem ser feitas com sua autorização expressa. Publicações em sites, blogs e páginas do Facebook sem autorização serão denunciadas e solicitadas a sua exclusão aos servidores e responsáveis.

2 comentários:

Anônimo,  18:06:00  

Nossa minha mãe tem uma chacara e é no meio mato com 2 visinhos apenas.tô com medo de or dormir lá...

Alex L.S 05:08:00  

Eu conheço um cara de profissão que alega ter visto ele e o pai dele, um lobisomem morto, num buraco, quando ele morava no sítio e não foi em tom de gozação, pois estávamos falando da vida no campo. Ele não é o único a contar fatos de lobisomens, sacis e bruxas.

Postar um comentário

Os comentários podem ser feitos pelo blogger ou Facebook.

Não serão aceitos comentários com xingamentos ou em tom ofensivo, propagandas e links para outros sites/blogs.

Comentários que narrem situações absurdas ou escritas em letras maiúsculas serão excluídas. O espaço aqui disponibilizado serve para trocamos experiências sobrenaturais ou comentar sobre a postagem . :)

Agradecemos a sua participação!

O blog Clube dos Medos traz até vocês histórias sobre seres sobrenaturais , como fantasmas, lobisomens, bruxas e tudo o que pode atiçar os mais variados tipos de medo. Esperamos que vocês tenham um bom divertimento com o blog...

Deixe sua mensagem

Seguidores

Aterrorizantes

Postagens populares

Postagem em destaque

Soldados alemães matam lobisomem real em 1942

Historias de lobisomens sempre pertenceram a cultura mundial sendo transmitidas de geração para geração. No continente europeu acredit...

Marcadores

A Plantação Myrtles Abduções Acidentes Alcatraz Alemanha Alma Amadores Amigo Invisível Animações Animais Estranhos Anjos Annabelle Aparições Apocalipse Argentina Armário Armas Arqueologia Assassinos Assombrações Assombrada Assustadores Atividades Paranormais Atlântida Aves BA Bailes Bar Baratas bebe Besta de Gevaudan Biografias Bizarro Bloody Mary Bonecas Bosques Brincadeira Brincadeira do Copo Brinquedos Bruxas Cachorros Câmeras de Segurança Canal Carne Humana Casa Mijangos Casarões Casas Assombradas Casas Mijangos Castelos Causos Causos e Causos CE Cemitérios Chile China Chupa - Cabras Cidades Fantasmas Ciências Círculos Cobras Comerciais Contos Contos de terror Contos de terror em vídeo Contos Populares Contos-dos-Leitores Convenções Cozinhas Crianças Criatura Criaturas Crimes Croxteth Hall Curiosidades Curiosos Curitiba Curtas Curtos Dama de Branco David F. Sandberg David Sandberg Discos Voadores Discos Voadores.Ovnis Discovery Channel Documentários Dracula Dramatização Drew Daywalt Drones Duendes Edifício Joelma Efeitos Elevador Equipe Paranormal Escolas Esgotos Espanha Espelhos Espíritos Estrada Estranhos EUA Exorcismos Extraterrestres Fábricas Facebook Fake Fantasmas Fazendas Filmes Florestas Força da Mente Fotos França Freiras Futebol Garagem Geoglifos Gettysburg Ghost Labs Guarda - Roupa Guatemala Guerras Histórias Histórias de Terror Hospital Hoteis Humberstone Imagens Incêndios Inglaterra Interessante Internet Invasores Invunche Ipueiras Itatira Jacarezinho Japão Japoneses Jerai Leitores Lendas Lendas Urbanas Listas Livros Lobisomens Locais Assombrados Lojas Lugares Magia Mansão Assombrado Maria Sangrenta Matérias Medo Metrôs México MG Mistério Mistérios Monstros Montanhas Mordomo Morte Mortos-vivos MS Mulher de Branco Múmias Museus Necromancia Noiva Notícias Orbs OVNIS Padres Palhaços Pé Grande Penitenciárias Personagens Pesadelo Pesquisa PI Pocong Policiais Poltergeist Porão Porões Possessões Posto de Gasolina PR Prisão Professora Publicidade Quadrinhos Quadros Reais Record Relatos Reportagens RPC RS Rússia SC Seitas Selfie Sereias Shopping Sinais Snapchat Sobrenatural Soldados Sonhos Sotão SP Subterrâneos Suicidas Suicídas Suspense sustos Tabuleiro Ouija Taxistas Teatros Teletransporte Tempestades Terror Tesouros Texas Thomas Kluebler Top Banner Tristes Trolls UFO UFOS Vampiros Videos VideosLaranjal Paulista Vietnã WebCam Whoss-There-Film-Challenge-2013 Zumbis

Parceiro

  © Clube dos Medos Template by Ourblogtemplates.com

Back to TOP